A falha, o degrau

Publicado: setembro 30, 2011 em Poesias

Toda queda machuca pois:
mostra que você não é infalível

Nem por isso é perdoável
quando caímos, trazemos:
um micro cosmos á ruína

Quando nos machucamos
machucamos pessoas próximas
quando somos feridos:
queremos retribuír

Não somos infalíveis
geramos ruína
e a retribuímos
sou o pior ser:
com a sorte melhor disponível

D. R. Rangel

Anúncios

Qual sua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s